Últimos assuntos
» HISTÓRIA/TRAMA
Seg Fev 08, 2016 6:25 pm por Admin

» SISTEMA
Dom Jan 31, 2016 1:33 am por Admin

» REGRAS
Dom Jan 31, 2016 1:32 am por Admin

» CENÁRIO
Dom Jan 31, 2016 1:31 am por Admin

» ESPÉCIES
Dom Jan 31, 2016 1:31 am por Admin

Ambientação
Li Europan lingues es membres del sam familie. Lor separat existentie es un myth. Por scientie, musica, sport etc, litot Europa usa li sam vocabular.

Li lingues differe solmen in li grammatica, li pronunciation e li plu commun vocabules. Omnicos directe al desirabilite de un nov lingua franca: On refusa continuar payar custosi traductores.
Líderes de Novi Orbis
Nombre Apellido
Nombre Apellido
Nombre Apellido
Novidades
00 . 00 Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
00 . 00Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
00 . 00 Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
00 . 00 Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.
Mundos Paralelos (parceiros)
Créditos do Tema
Skin feita por Hardrock de Captain Knows Best.


HISTÓRIA/TRAMA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HISTÓRIA/TRAMA

Mensagem por Admin em Dom Jan 31, 2016 1:33 am

Aqui vai a história e a trama do jogo
Mensagens :
7

Data de inscrição :
30/01/2016


Ver perfil do usuário http://noviorbis.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A história perdida

Mensagem por Admin em Seg Fev 08, 2016 6:25 pm

O INÍCIO



"O desenvolvimento da inteligência artificial total poderia significar o fim da raça humana. Eles avançariam por conta própria e se reprojetariam em ritmo sempre crescente. Os humanos, limitados pela evolução biológica lenta, não conseguiriam competir e seriam desbancados" - Stephen Hawking

A humanidade jamais imaginaria que o lendário Stephen Hawking estaria certo em dizer essa frase que, na época, pareceu uma frase sensacionalista e midiática. E tudo começou dentro de uma corrente de pensamento que tomou conta da população do planeta a partir do final da década de 60 do Século XX: O transhumanismo.

A corrente transhumanista dizia que a humanidade deveria, utilizando-se das tecnologias existentes, se aprimorar fisicamente, intelectualmente e psicologicamente, e que esse seria o caminho concreto para o futuro do ser humano. Muitos se opuseram a ideia, dizendo que esta poderia causar mais problemas do que soluções, chamando isso, inclusive, de absurdo, de ideia de loucos, entre outras coisas. Claro, no período em que tais ideias surgiram, ninguém poderia imaginar como a evolução tecnológica influenciaria a civilização no futuro. Mas os transhumanistas não se deixaram abalar, mantendo seus ideais ativos e continuando a disseminá-los, ainda que na periferia da ciência.

Com o passar dos anos, a evolução tecnológica cada vez mais passou a fazer parte das vidas das pessoas. Já no Século XXI, a corrente transhumanista voltou com força total, e muitos cientistas começaram a trabalhar em maneiras de usar a tecnologia como aprimoramento humano. Dessa vez, esses receberam apoios de governos e grandes empresas para buscar tal perfeição prometida.

Os anos se passaram e, pouco a pouco, essa tecnologia começou a se desenvolver mais e mais. Algumas pessoas que sofreram amputações em acidentes já começavam a receber membros cibernéticos em fase experimental. Com primeiros resultados positivos, as críticas contrárias a ideia transhumanista caíram por terra, sendo poucos aqueles contrários a isso. E só a substituição de membros não bastava. O transhumanismo prometia mais do que isso, prometia uma vida sem doenças, uma vida sem dores, a melhoria da qualidade de vida e, por fim, a imortalidade.

Essa corrente logo foi usada para fins militares, o que acabou por gerar, em meados do ano de 2023, soldados ciborgues. Metade humano, metade máquina, esse era o conceito do soldado ciborgue. Entretanto, um ciborgue, mesmo sendo metade máquina, ainda era suscetível demais às condições humanas, e a genética humana ainda causava o adoecimento desses supersoldados. Foi então que, contra a vontade de muitos, começaram a ser desenvolvidas máquinas de guerra com IA (Inteligência Artificial). Problema resolvido por um tempo... Até que os problemas começaram a surgir. As máquinas com Inteligência Artificial começaram a desenvolver aversão às ordens humanas, se tornando rebeldes. A maioria foi destruída, e a busca por aprimoramento continuava. E cientistas ligados a outro ponto do transhumanismo tinham a solução. Conhecidos como dehumanistas, eles acreditavam que poderiam melhorar o potencial humano a partir da mescla do DNA humano com o DNA animal. E eles conseguiram...


OS NOVOS HUMANOS


Já em meados de 2065, cientistas começaram a fazer, secretamente e ocultados pelos governos, testes para chegar à mesclagem perfeita entre humanos e animais, para se criar supersoldados que sigam ordens. Vários voluntários foram expostos a um soro, conhecido como "Soro Mutagênico", que continha um elemento criado artificialmente que era capaz de mesclar o DNA e modificar permanentemente o corpo humano. Os primeiros testes, entretanto, acabaram ocasionando na morte de alguns voluntários, enquanto outros até conseguiram se hibridizar, mas perderam suas faculdades mentais e se tornaram apenas bestas selvagens descontroladas.
Mensagens :
7

Data de inscrição :
30/01/2016


Ver perfil do usuário http://noviorbis.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum